Ir para o conteúdo

SSA Contagem e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
SSA Contagem
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
03
03 MAI 2024
CENTRO MATERNO INFANTIL
HUMANIZAÇÃO
SAÚDE
Mês das mães: partos humanizados transformam vidas no Centro Materno Infantil de Contagem
enviar para um amigo
receba notícias
Referência em parto humanizado, CMI se destaca também pela atuação das doulas, que oferecem apoio integral às mães na hora do nascimento dos filhos

Gerar uma nova vida é algo sublime que, aos poucos, vai transformando a vida da mulher e das pessoas no entorno. São horas, dias e meses que vão se passando, enquanto um pequeno ser vai se formando no ventre. Todas as dúvidas, a ansiedade e a expectativa por, finalmente, ter o bebê nos braços merece ser coroada com um parto tranquilo, seguro e humanizado. É nesse sentido que a atuação das doulas no Centro Materno Infantil (CMI) faz toda a diferença.

Inserido no contexto do CMI desde 2006, o Projeto “Doulas de Contagem” tem como objetivo oferecer apoio, proteção e a tranquilidade que as parturientes (quem está em trabalho de parto ou que acabou de parir) precisam no momento que aguardam a chegada dos seus bebês, uma forma de ampliar o suporte já oferecido pelas equipes multiprofissionais que atuam na maternidade. Na prática, o conhecimento e a experiência que elas têm no acompanhamento dos partos são um alento para as mães, contribuindo para tornar o momento mais seguro, harmônico e inesquecível.

Leila Maria é doula no CMI desde 2018 e falou sobre a importância dessa missão. “É uma assistência prestada à mulher e ao bebê, em prol de um parto humanizado, que nós oferecemos. Temos o dever e a responsabilidade de acompanhá-la até o nascimento, informando as dinâmicas necessárias para que o parto seja menos dolorido e extenso. Indicamos exercícios, técnicas de respiração e posições que auxiliam o parto, além de dar apoio, encorajamento, segurança e confiança à mãe. Assim, ela segue respeitando o que diz o seu corpo, deixando tudo fluir naturalmente”, afirmou.
 

Temos o dever e a responsabilidade de acompanhá-la até o nascimento, informando as dinâmicas necessárias para que o parto seja menos dolorido e extenso

Leila Maria, doula no Centro Materno Infantil de Contagem

O nascimento de uma nova vida que, naturalmente, emociona a todos os envolvidos, é também o que as doulas recebem pela atuação dedicada. “A chegada bem-sucedida do bebê, é a nossa gratidão. Vivenciar esse momento lindo e prazeroso é o que nos motiva a continuar e só nos traz alegria. Por isso, mulheres, sejam protagonistas da sua própria história, com força, coragem, confiança e empoderamento”, reforçou Leila Maria.

Para a psicóloga e coordenadora do Projeto “Doulas de Contagem”, Cecília Magna Machado, as profissionais atuam no apoio às mulheres em trabalho de parto favorecendo uma experiência positiva e transformadora. “O parto humanizado modificou a forma de vivenciar esse momento, com respeito ao processo fisiológico natural e resgatando a capacidade das mulheres de colocar uma criança no mundo. Nesse sentido, as mulheres são incentivadas a serem protagonistas de seu parto e se fortalecerem nesse processo”, concluiu.

Fabiana Carolina da Silva, que deu à luz sua filha no Centro Materno Infantil, é testemunha da importância das doulas na hora do parto. “Ela executou um lindo trabalho. Primeira vez que passamos por essa experiência de ter alguém tão humana e capacitada a doar o seu tempo e o seu conhecimento nesse momento tão único em nossas vidas. E que tenham mais 'Leilas' no mundo, dispostas a espalhar esse amor em todo tempo”, disse.

Partos normais e cesáreos

Os impactos da ação das doulas e demais ações de humanização não refletem apenas na satisfação das mães, mas também em uma mudança de consciência sobre o parto em si. O CMI é referência em parto humanizado, tanto pela qualidade dos serviços prestados quanto por manter as menores taxas de cesáreas da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Em 2023, o percentual de partos cesáreos foi de 31% em relação ao total realizado, abaixo do limite estabelecido para a unidade (35%) e muito inferior à média nacional (43%) em 2021, segundo dados da Organização Pan-Americana da Saúde.

Há um cuidado especial da gestão municipal com a saúde, incluindo o CMI. Além de todos os serviços oferecidos para as mães e bebês, grandes investimentos foram feitos também na melhoria da estrutura, ampliação da capacidade de atendimento, contratação e qualificação de profissionais. São aproximadamente 4 mil partos realizados anualmente no local.  Tudo isso, aliado à abordagem focada no parto normal e humanizado, tem conquistado a confiança das mães e contribuído para a manutenção de números tão positivos.

A gerente de enfermagem da Linha de Cuidados da Mulher, Hellen Carolina Santana, atribui esse sucesso aos investimentos em qualificação da equipe assistencial, por meio de capacitações periódicas e incentivo às boas práticas de assistência ao parto. “O CMI busca seguir os mais atuais protocolos e diretrizes do Ministério da Saúde, da Organização Mundial da Saúde e entidades reconhecidas no assunto, para a possibilitar uma experiência positiva do parto para a mulher e família, assim como para redução da mortalidade materna”, relatou.

Autor: jornalista Etiene Egg / Edição: João Cavalcanti
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia